logo Pets Poytara Ícone WhatsApp Contato Poytara (11) 96374-3640
Onde Comprar

Role para baixo

Imagem de fundo de Betta - Poytara

Betta

Betta splendens

Imagem do peixe Betta

  • Origem:

    Tailândia

  • ícone peso

    Peso:

    3 a 4g

  • ícone tamanho

    Tamanho:

    4 a 6cm

  • ícone temperatura ideal

    Temperatura Ideal:

    24ºC a 26ºC

  • ícone PH indicado

    PH indicado:

    6.8 a 7.2

  • ícone PH indicado

    Tamanho do aquário:

    Acima de 15 litros 

  • ícone expectativa vida

    Expectativa de vida:

    2 a 5 anos

Ícone Botão Reação Peixe Poytara
ícone Informações

Informações:

Betta splendens é um peixe do grupo dos anabantídeos e possui um órgão respiratório auxiliar chamado "labirinto", um pulmão primitivo capaz de absorver oxigênio atmosférico, sendo portanto uma espécie de peixe de respiração bimodal. Com isso, respira tanto oxigênio dissolvido na água pelas brânquias, quanto oxigênio atmosférico, e não deve ser privado de nenhum dos dois.   É um peixe originário da Tailândia e ocorre em quase todo o país. Ao contrário do que muitos acreditam, não é uma espécie originária apenas de arrozais e “poças de água”, ocorrendo em rios, lagoas e charcos. Preferem águas calmas, com pouco movimento e muitas plantas. Durante as secas, com a estratégia evolutiva da respiração bimodal, são capazes de sobreviver com pouca água, oxigênio e comida, porém são períodos curtos durante o ano e não justifica a criação em "betteiras".

Na natureza os peixes bettas estão em constante procura de espaço, território e comida, e é muito comum que pulem em busca de mais espaço e melhor qualidade de água, portanto o aquário precisa ser obrigatoriamente tampado.  São peixes geralmente calmos com outras espécies, guardando toda sua agressividade para membros da mesma família e peixes de formato similar, como outros bettas, colisas, peixe paraíso e mesmo alguns poecilídeos como platy e molinésia. Brigarão até a morte quando colocados juntos.

Apesar disso, também não é recomendado que sejam mantidos com outras espécies menores como tetras e guppys, pois são peixes lentos e podem sofrer mordiscadas em suas caudas e também perder na competição por alimento.   Possui um trato digestório sensível. Por conta de sua anatomia, todos os órgãos se concentram no terço posterior do corpo, próximo a boca e aos olhos, tendo a bexiga natatória ocupando os dois terços restantes do corpo. Assim sendo, qualquer excesso de alimentação ou alimentação de baixa digestibilidade causa grandes problemas ao peixe, podendo levar até a óbito. A atenção a alimentação para betta deve ser redobrada, e é outro grande motivo de ser melhor mantido sozinho.

Evitar excessos e estipular um dia da semana para jejum é uma boa estratégia para evitar constipação e problemas mais graves.  É uma espécie de peixe muito inteligente e capaz de criar vínculos com seres humanos. Aprendem o próprio nome e são capazes de até aprender truques como passar por aros, resolver labirintos e quebra-cabeças simples.   Embora muito resistentes a parâmetros variados, são também muito sensíveis a doenças como nadadeiras roídas, síndrome da bexiga natatória, hidropsia e tumores. Requer atenção do tutor para com sua saúde como qualquer outra espécie.  O aquário deve ser preparado antes de adquirir o peixe, garantindo que o ciclo do nitrogênio esteja presente e que o pH esteja neutro, sem variações.

Bettas vivem felizes em aquários com 15 litros ou mais, preferindo coluna de água de no máximo 40cm, sempre com descansos em alturas variadas.  É encontrado em diversas cores e formatos de cauda, sendo as mais populares deltatail, halfmoon e crowntail. As fêmeas normalmente tem a cauda curta, enquanto que os machos cauda longa, porém também é encontrado com cauda curta, sendo chamado de plakat. A variedade "marble" é capaz de mudar de cor ao longo da vida.

Ver mais...

Betta splendens é um peixe do grupo dos anabantídeos e possui um órgão respiratório auxiliar chamado "labirinto", um pulmão primitivo capaz de absorver oxigênio atmosférico, sendo portanto uma espécie de peixe de respiração bimodal. Com isso, respira tanto oxigênio dissolvido na água pelas brânquias, quanto oxigênio atmosférico, e não deve ser privado de nenhum dos dois.   É um peixe originário da Tailândia e ocorre em quase todo o país. Ao contrário do que muitos acreditam, não é uma espécie originária apenas de arrozais e “poças de água”, ocorrendo em rios, lagoas e charcos. Preferem águas calmas, com pouco movimento e muitas plantas. Durante as secas, com a estratégia evolutiva da respiração bimodal, são capazes de sobreviver com pouca água, oxigênio e comida, porém são períodos curtos durante o ano e não justifica a criação em "betteiras".

Na natureza os peixes bettas estão em constante procura de espaço, território e comida, e é muito comum que pulem em busca de mais espaço e melhor qualidade de água, portanto o aquário precisa ser obrigatoriamente tampado.  São peixes geralmente calmos com outras espécies, guardando toda sua agressividade para membros da mesma família e peixes de formato similar, como outros bettas, colisas, peixe paraíso e mesmo alguns poecilídeos como platy e molinésia. Brigarão até a morte quando colocados juntos.

Apesar disso, também não é recomendado que sejam mantidos com outras espécies menores como tetras e guppys, pois são peixes lentos e podem sofrer mordiscadas em suas caudas e também perder na competição por alimento.   Possui um trato digestório sensível. Por conta de sua anatomia, todos os órgãos se concentram no terço posterior do corpo, próximo a boca e aos olhos, tendo a bexiga natatória ocupando os dois terços restantes do corpo. Assim sendo, qualquer excesso de alimentação ou alimentação de baixa digestibilidade causa grandes problemas ao peixe, podendo levar até a óbito. A atenção a alimentação para betta deve ser redobrada, e é outro grande motivo de ser melhor mantido sozinho.

Evitar excessos e estipular um dia da semana para jejum é uma boa estratégia para evitar constipação e problemas mais graves.  É uma espécie de peixe muito inteligente e capaz de criar vínculos com seres humanos. Aprendem o próprio nome e são capazes de até aprender truques como passar por aros, resolver labirintos e quebra-cabeças simples.   Embora muito resistentes a parâmetros variados, são também muito sensíveis a doenças como nadadeiras roídas, síndrome da bexiga natatória, hidropsia e tumores. Requer atenção do tutor para com sua saúde como qualquer outra espécie.  O aquário deve ser preparado antes de adquirir o peixe, garantindo que o ciclo do nitrogênio esteja presente e que o pH esteja neutro, sem variações.

Bettas vivem felizes em aquários com 15 litros ou mais, preferindo coluna de água de no máximo 40cm, sempre com descansos em alturas variadas.  É encontrado em diversas cores e formatos de cauda, sendo as mais populares deltatail, halfmoon e crowntail. As fêmeas normalmente tem a cauda curta, enquanto que os machos cauda longa, porém também é encontrado com cauda curta, sendo chamado de plakat. A variedade "marble" é capaz de mudar de cor ao longo da vida.

Fechar

Características

BAIXO (A)

ALTO (A)

  • Adaptação ao aquário:

  • Interação com humanos:

  • Grau de dificuldade:

  • Sociabilidade:

  • Agressividade:

  • Valor médio:

CARACTERÍSTICAS

Manutenção

ícone aquário passo 1

Adicione filtro com mídias biológicas e cicle o aquário por pelo menos 30 dias. Adicione aquecedor com termostato, termômetro e opcionalmente substrato neutro e de textura suave.

ícone aquário passo 2

Coloque plantas naturais ou de seda para o conforto do peixe. Não utilize plantas de plástico! Podem rasgar suas delicadas nadadeiras.

ícone aquário passo 3

Prefira esconderijos próximo a superfície. Tenha pelo menos uma toca para que ele durma, seu betta ficará mais feliz!

ícone aquário passo 4

Caso não possua plantas naturais, iluminação natural já é o suficiente. É muito importante que seu betta saiba diferir dia e noite para regulação de metabolismo. Bettas dormem profundamente a noite.

ícone aquário passo 5

Com tudo pronto, mantenha tampado! Bettas pulam por diversas razões. Use tule ou tela mosquiteiro nas frestas que restar.

ALIMENTOS

Alimentação

Bettas tem trato digestório sensível. São peixes carnívoros bem domesticados e aceitarão bem ração seca. Preferir rações com poucos grãos na composição, evitar trigo, soja e milho nos primeiros ingredientes. Preferir rações com farinha de insetos e moluscos na composição, além da farinha de peixes. Preferir grãos pequenos que flutuem, rações em flocos tem baixa aceitação para a espécie. Aceitarão bem alimentos vivos ou desidratados como artêmia, bloodworm, dáfnias e larva de mosquito, porém a atenção com alimento vivo deve ser redobrada para evitar parasitas e doenças intestinais, sempre adquira alimentos vivos de fornecedores confiáveis.

ícone alimentação diáriaUso diário:

ícone alimentação complementarUso complementar:

ícone onde comprar

Reprodução

A reprodução em cativeiro é relativamente simples, bastando para isso um aquário (tamanho mínimo: 30 litros) e um pequeno recipiente transparente. No aquário, coloca-se um macho, enquanto coloca-se a fêmea no pequeno recipiente. Em seguida, o recipiente (com a boca para cima) é colocado dentro do aquário, que terá um nível de água insuficiente para cobrir o recipiente. Uma vez visualizando a fêmea, o macho irá iniciar a construção do ninho, formado por diversas bolhas na superfície.

POYTARA

Galeria

Melhores Amigos

Conheça outras espécies que podem compartilhar o mesmo habitat com o Betta

Imagem de fundo Mar

Perguntas Frequentes

Peixes bettas vivem em betteira?

Não, peixes bettas precisam de no mínimo 15 litros, com filtro com mídias biológicas e ciclo do nitrogênio ativo, além de aquecedor com termostato. Betteira além de não ter um espaço mínimo para natação, não suporta equilíbrio biológico.

Bettas vivem sem aquecedor?

Depende da região que você se encontra. Regiões equatoriais onde é quente o ano todo não é necessário aquecedor. Porém regiões tropicais como São Paulo, se faz necessário sim o uso de aquecimento, sempre com termostato.

Meu betta fez ninho de bolhas, ele está feliz?

Ninho de bolhas não significa felicidade nem saúde. Apenas maturidade sexual. Bettas doentes, estressados ou infelizes também constroem ninho.

Bettas precisam de oxigenação na água?

Sim e não. Eles necessitam de oxigênio dissolvido na água, porém apenas a movimentação normal do filtro é mais do que suficiente. Bettas não gostam de água muito movimentada.

Meu betta se balança todo quando me vê, ele me reconhece?

Sim. Bettas são capazes de reconhecer o próprio dono, o próprio nome e aprendem truques simples. Bettas são capazes de criar vínculo com seus donos e ficam felizes ao vê-lo, assim como cães abanam o rabo. Ele não está com fome, apenas está feliz em te ver.

Colaborou com este conteúdo:

Imagem de Larissa Rocha>

Cindy Lazuli

Fundadora da Betta Conscience, grupo de conscientização de bem estar animal especializado em peixes de água doce, em especial peixes Bettas. Auxiliar veterinária e graduanda em Licenciatura em Ciências - Biologia pela UNIFESP.

Compartilhe este conteúdo com os amigos:

O que você achou dessa página?