logo Pets Poytara Ícone WhatsApp Contato Poytara (11) 96374-3640
Onde Comprar

Role para baixo

Imagem de fundo de Colisa Lalia - Poytara

Colisa Lalia

Trichogaster lalius

Imagem do peixe Colisa Lalia

  • Origem:

    Sul e Sudeste da Ásia

  • ícone peso

    Peso:

    5g e 10g

  • ícone tamanho

    Tamanho:

    5 a 6 cm

  • ícone temperatura ideal

    Temperatura Ideal:

    24 °C a 28 °C

  • ícone PH indicado

    PH indicado:

    6,0 a 7,5

  • ícone PH indicado

    Tamanho do aquário:

    Capacidade mínima de 40 litros

  • ícone expectativa vida

    Expectativa de vida:

    2 a 4 anos

Ícone Botão Reação Peixe Poytara
ícone Informações

Informações:

Origem e Habitat: A Colisa Lalia, conhecida como peixe-beija-flor, é nativa de regiões subtropicais do sul e sudeste da Ásia, incluindo países como Índia, Bangladesh, Nepal e Butão. Elas habitam principalmente águas calmas, como lagos, pântanos e arrozais inundados, onde encontram uma variedade de habitats com vegetação densa e águas relativamente calmas.

Características Físicas: Esses peixes têm um corpo pequeno e alongado, podendo alcançar cerca de 5 a 6 centímetros de comprimento quando adultos. Os machos são mais coloridos, exibindo tons vibrantes de azul, vermelho e laranja, enquanto as fêmeas tendem a ser mais discretas, com uma coloração geralmente prateada ou amarelada. Os machos também têm nadadeiras mais longas e pontiagudas, especialmente a dorsal.

Comportamento e Temperamento: Em aquários, as Colisas Lalia são geralmente pacíficas e podem conviver bem com outras espécies tranquilas que compartilhem de requisitos de água semelhantes. Elas são conhecidas por sua personalidade curiosa e, às vezes, interativa, observando e respondendo ao ambiente ao seu redor. Durante a época de reprodução, os machos podem se tornar territorialistas, construindo ninhos de bolhas e exibindo comportamentos de corte.

Manutenção em Aquário: Para manter a Colisa Lalia saudável, é essencial oferecer um ambiente adequado no aquário. Elas preferem águas ligeiramente ácidas a neutras, com pH entre 6,0 e 7,5, e uma temperatura entre 24°C e 28°C. O aquário deve ser bem plantado, oferecendo áreas de esconderijo e plantas flutuantes para replicar seu habitat natural e proporcionar locais de descanso.

Curiosidades: Os machos de Colisa Lalia podem mudar sua coloração dependendo de seu estado emocional, ficando mais intensamente coloridos durante o acasalamento ou quando se sentem ameaçados. Durante o período de reprodução, os machos constroem ninhos de bolhas na superfície da água, onde os ovos são depositados e protegidos até a eclosão. A Colisa Lalia é frequentemente recomendada para aquaristas iniciantes devido à sua robustez e facilidade de cuidado, desde que as condições básicas do aquário sejam atendidas.


A Colisa Lalia é uma adição encantadora e relativamente fácil de cuidar para aquários domésticos, oferecendo não apenas cores vibrantes, mas também comportamentos interessantes para observação e estudo.

Ver mais...

Origem e Habitat: A Colisa Lalia, conhecida como peixe-beija-flor, é nativa de regiões subtropicais do sul e sudeste da Ásia, incluindo países como Índia, Bangladesh, Nepal e Butão. Elas habitam principalmente águas calmas, como lagos, pântanos e arrozais inundados, onde encontram uma variedade de habitats com vegetação densa e águas relativamente calmas.

Características Físicas: Esses peixes têm um corpo pequeno e alongado, podendo alcançar cerca de 5 a 6 centímetros de comprimento quando adultos. Os machos são mais coloridos, exibindo tons vibrantes de azul, vermelho e laranja, enquanto as fêmeas tendem a ser mais discretas, com uma coloração geralmente prateada ou amarelada. Os machos também têm nadadeiras mais longas e pontiagudas, especialmente a dorsal.

Comportamento e Temperamento: Em aquários, as Colisas Lalia são geralmente pacíficas e podem conviver bem com outras espécies tranquilas que compartilhem de requisitos de água semelhantes. Elas são conhecidas por sua personalidade curiosa e, às vezes, interativa, observando e respondendo ao ambiente ao seu redor. Durante a época de reprodução, os machos podem se tornar territorialistas, construindo ninhos de bolhas e exibindo comportamentos de corte.

Manutenção em Aquário: Para manter a Colisa Lalia saudável, é essencial oferecer um ambiente adequado no aquário. Elas preferem águas ligeiramente ácidas a neutras, com pH entre 6,0 e 7,5, e uma temperatura entre 24°C e 28°C. O aquário deve ser bem plantado, oferecendo áreas de esconderijo e plantas flutuantes para replicar seu habitat natural e proporcionar locais de descanso.

Curiosidades: Os machos de Colisa Lalia podem mudar sua coloração dependendo de seu estado emocional, ficando mais intensamente coloridos durante o acasalamento ou quando se sentem ameaçados. Durante o período de reprodução, os machos constroem ninhos de bolhas na superfície da água, onde os ovos são depositados e protegidos até a eclosão. A Colisa Lalia é frequentemente recomendada para aquaristas iniciantes devido à sua robustez e facilidade de cuidado, desde que as condições básicas do aquário sejam atendidas.


A Colisa Lalia é uma adição encantadora e relativamente fácil de cuidar para aquários domésticos, oferecendo não apenas cores vibrantes, mas também comportamentos interessantes para observação e estudo.

Fechar

Características

BAIXO (A)

ALTO (A)

  • Adaptação ao aquário:

  • Interação com humanos:

  • Grau de dificuldade:

  • Sociabilidade:

  • Agressividade:

  • Valor médio:

CARACTERÍSTICAS

Manutenção

ícone aquário passo 1

Adicione cascalho fino ou areia de textura suave no fundo do aquário para criar um ambiente natural e seguro, facilitando o enraizamento das plantas.

ícone aquário passo 2

Coloque várias plantas naturais como Anubias, Echinodorus, e plantas flutuantes para fornecer esconderijos, ajudar na filtragem da água e criar áreas de sombra.

ícone aquário passo 3

Se houver espaço suficiente, adicione esconderijos como cavernas, troncos ocos e raízes submersas para o peixe brincar e descansar.

ícone aquário passo 4

Use lâmpadas de espectro completo ou LED brancas para destacar as cores dos peixes e ajudar no crescimento das plantas naturais.

ícone aquário passo 5

Tampe o aquário, pois a Colisa Lalia gosta de nadar perto da superfície e pode pular para fora.

ALIMENTOS

Alimentação

Na natureza, a Colisa Lalia se alimenta de pequenos invertebrados, larvas e algas, obtendo assim os nutrientes essenciais para seu desenvolvimento saudável. Em ambientes de aquário, replicar essa dieta natural e complementar com outros nutrientes e vitaminas é fundamental para garantir a saúde e o bem-estar desses peixes ornamentais.

As rações comerciais desempenham um papel crucial na alimentação dos peixes. Elas são formuladas para atender às necessidades nutricionais específicas da Colisa Lalia, proporcionando uma nutrição completa e equilibrada. As rações específicas para a Colisa, como as produzidas pela Poytara, são especialmente projetadas para oferecer uma dieta variada e rica em nutrientes essenciais.

Nossas rações são elaboradas com ingredientes selecionados criteriosamente, garantindo proteínas de alta digestibilidade, vitaminas, minerais e aminoácidos essenciais. Elas são formuladas para promover o crescimento saudável, cores vibrantes e resistência a doenças, contribuindo para a longevidade e o bem-estar dos peixes ornamentais.

A Poytara é reconhecida por sua especialização no desenvolvimento de alimentos de alta qualidade para peixes. Ao escolher nossas rações, os aquaristas podem proporcionar uma dieta balanceada e nutritiva para seus peixes, assegurando que recebam os nutrientes necessários para uma vida saudável e bem-estar para seus peixes de estimação.

ícone alimentação diáriaUso diário:

ícone alimentação complementarUso complementar:

ícone onde comprar

Reprodução

A reprodução da Colisa Lalia em aquário é um processo fascinante para os aquaristas. Durante o período de reprodução, os machos se tornam mais vibrantes em suas cores e começam a construir ninhos de bolhas na superfície da água. Estes ninhos são feitos de bolhas de ar que o macho produz usando sua boca e nadadeiras.

Quando a fêmea está pronta para desovar, ela se aproxima do macho e ambos realizam uma dança de acasalamento, nadando juntos ao redor do ninho de bolhas. Durante esse processo, a fêmea deposita os ovos, fertilizados pelo macho quase imediatamente. Os ovos aderem às bolhas de ar no ninho e são protegidos pelo macho, que mantém vigilância constante sobre eles.

Após a desova, é crucial manter a qualidade da água estável e adequada para garantir o desenvolvimento saudável dos ovos. Os filhotes de Colisa Lalia eclodem após cerca de 24 a 48 horas, dependendo da temperatura da água. Inicialmente, os filhotes permanecem próximos ao ninho de bolhas, onde são cuidados e protegidos pelo macho.

Para maximizar as chances de sucesso na reprodução da Colisa Lalia em aquário, é essencial fornecer um ambiente bem plantado com plantas flutuantes e áreas de esconderijo para os filhotes. Uma alimentação adequada com alimentos microscópicos, como infusórios e nauplios de artêmia, é crucial nos estágios iniciais de vida dos filhotes.

POYTARA

Galeria

Melhores Amigos

Conheça outras espécies que podem compartilhar o mesmo habitat com o Colisa Lalia

Imagem de fundo Mar

Perguntas Frequentes

Qual é o tamanho mínimo do aquário para manter uma Colisa Lalia?

O tamanho mínimo recomendado é de 40 litros para um par, proporcionando espaço suficiente para nadar e um ambiente menos estressante.

Quais são os parâmetros ideais da água para a Colisa Lalia?

A temperatura deve estar entre 24-28°C, o pH entre 6.0-7.5, e a dureza da água entre 4-10 dGH para imitar as condições naturais do habitat.

A Colisa Lalia pode ser mantida com outros peixes?

Sim, elas são pacíficas e podem ser mantidas com outros peixes pacíficos de tamanho similar, evitando companheiros agressivos ou muito grandes.

O que a Colisa Lalia come?

Elas são onívoras e aceitam uma variedade de alimentos, incluindo rações em flocos e pellets, que contém em sua formuação todos os nutrientes necessários para a espécie viver com qualidade de vida, saúde e bem-estar. Como petiscos, podem ser orfetados artêmias, dáfnias e larvas de mosquito desidratado. .

Como identificar o sexo da Colisa Lalia?

Os machos são geralmente mais coloridos e possuem barbatanas dorsais mais longas e pontiagudas em comparação às fêmeas, que têm cores mais suaves e barbatanas arredondadas.

Colaborou com este conteúdo:

Imagem do Colaborador>

Leonardo Marzabal

Jornalista

Compartilhe este conteúdo com os amigos:

O que você achou dessa página?