logo Pets Poytara Ícone WhatsApp Contato Poytara (11) 96374-3640
Onde Comprar

Role para baixo

Imagem de fundo de Peixe Anjo - Poytara

Peixe Anjo

Pygoplites diacanthus

Imagem do peixe Peixe Anjo

  • Origem:

    Austrália

  • ícone peso

    Peso:

    200g a 300g

  • ícone tamanho

    Tamanho:

    10 a 25 cm

  • ícone temperatura ideal

    Temperatura Ideal:

    24°C a 28°C

  • ícone PH indicado

    PH indicado:

    8,1 a 8,4

  • ícone PH indicado

    Tamanho do aquário:

    Capacidade mínima de 200 litros

  • ícone expectativa vida

    Expectativa de vida:

    10 a 15 anos

Ícone Botão Reação Peixe Poytara
ícone Informações

Informações:

O Peixe Anjo (Pygoplites diacanthus), também conhecido como Peixe Anjo Real, é uma espécie marinha pertencente à família Pomacanthidae, valorizada por sua beleza e cores vibrantes. Aqui estão mais detalhes sobre essa espécie fascinante:

Características Físicas:

O Pygoplites diacanthus possui um corpo ovalado e comprimido lateralmente, típico dos peixes anjo. Sua coloração varia de azul-claro a azul-escuro, com marcantes marcas verticais amarelas na cabeça e no corpo. As barbatanas dorsal e anal são pontiagudas, frequentemente com bordas amarelas, o que adiciona um contraste atraente ao seu padrão de cores.

Distribuição e Habitat:

Esta espécie é encontrada em recifes de coral do Oceano Índico e do Oceano Pacífico, preferindo águas tropicais rasas com correntes moderadas e boa visibilidade. Habitam principalmente áreas onde há uma abundância de vida marinha, alimentando-se de algas, zooplâncton e pequenos invertebrados.

Curiosidades:

Comportamento Social: Os Peixes Anjo são geralmente pacíficos, mas podem se tornar territorialistas quando adultos, especialmente em relação à membros de sua própria espécie e outros peixes anjo.

Adaptação ao Aquário: Embora sensíveis às mudanças nas condições da água, esses peixes podem se adaptar bem ao ambiente de aquário com cuidados adequados, como monitoramento regular da qualidade da água e alimentação variada.

Importância Ecológica: Como parte integral dos ecossistemas de recifes de coral, os Peixes Anjo desempenham um papel crucial na regulação de populações de algas e na manutenção da diversidade biológica.

Considerações para Aquários:

Para mantê-los em aquários domésticos, é essencial proporcionar um ambiente espaçoso com muitas áreas para explorar e se esconder. Um aquário de pelo menos 200 litros é recomendado para um único Peixe Anjo Real, com parâmetros de água estáveis (pH entre 8.1 e 8.4 e temperatura entre 24°C e 28°C).

Em resumo, o Peixe Anjo Real não apenas adiciona beleza visual a um aquário marinho, mas também traz consigo uma rica história natural e comportamental que o torna uma escolha popular entre os entusiastas de aquarismo.
Ver mais...
O Peixe Anjo (Pygoplites diacanthus), também conhecido como Peixe Anjo Real, é uma espécie marinha pertencente à família Pomacanthidae, valorizada por sua beleza e cores vibrantes. Aqui estão mais detalhes sobre essa espécie fascinante:

Características Físicas:

O Pygoplites diacanthus possui um corpo ovalado e comprimido lateralmente, típico dos peixes anjo. Sua coloração varia de azul-claro a azul-escuro, com marcantes marcas verticais amarelas na cabeça e no corpo. As barbatanas dorsal e anal são pontiagudas, frequentemente com bordas amarelas, o que adiciona um contraste atraente ao seu padrão de cores.

Distribuição e Habitat:

Esta espécie é encontrada em recifes de coral do Oceano Índico e do Oceano Pacífico, preferindo águas tropicais rasas com correntes moderadas e boa visibilidade. Habitam principalmente áreas onde há uma abundância de vida marinha, alimentando-se de algas, zooplâncton e pequenos invertebrados.

Curiosidades:

Comportamento Social: Os Peixes Anjo são geralmente pacíficos, mas podem se tornar territorialistas quando adultos, especialmente em relação à membros de sua própria espécie e outros peixes anjo.

Adaptação ao Aquário: Embora sensíveis às mudanças nas condições da água, esses peixes podem se adaptar bem ao ambiente de aquário com cuidados adequados, como monitoramento regular da qualidade da água e alimentação variada.

Importância Ecológica: Como parte integral dos ecossistemas de recifes de coral, os Peixes Anjo desempenham um papel crucial na regulação de populações de algas e na manutenção da diversidade biológica.

Considerações para Aquários:

Para mantê-los em aquários domésticos, é essencial proporcionar um ambiente espaçoso com muitas áreas para explorar e se esconder. Um aquário de pelo menos 200 litros é recomendado para um único Peixe Anjo Real, com parâmetros de água estáveis (pH entre 8.1 e 8.4 e temperatura entre 24°C e 28°C).

Em resumo, o Peixe Anjo Real não apenas adiciona beleza visual a um aquário marinho, mas também traz consigo uma rica história natural e comportamental que o torna uma escolha popular entre os entusiastas de aquarismo.
Fechar

Características

BAIXO (A)

ALTO (A)

  • Adaptação ao aquário:

  • Interação com humanos:

  • Grau de dificuldade:

  • Sociabilidade:

  • Agressividade:

  • Valor médio:

CARACTERÍSTICAS

Manutenção

ícone aquário passo 1

Utilize um aquário de pelo menos 200 litros com cascalho ou areia suave no fundo.

ícone aquário passo 2

Adicione rochas e corais vivos para imitar seu habitat em recifes de coral.

ícone aquário passo 3

Forneça rochas ou estruturas de coral como esconderijos.

ícone aquário passo 4

Opte por iluminação moderada a intensa, ideal para suportar corais e realçar as cores do peixe.

ícone aquário passo 5

Monitore regularmente a qualidade da água, considere o uso de um skimmer e introduza o peixe por último em um aquário com outros peixes para evitar agressões.

ALIMENTOS

Alimentação

Para alimentar o Peixe Anjo (Pygoplites diacanthus) em aquários, é recomendável oferecer uma dieta variada que inclua principalmente alimentos específicos adequados para peixes marinhos. Na natureza, esses peixes se alimentam principalmente de algas, zooplâncton e pequenos invertebrados encontrados nos recifes de coral.

Em aquários, rações comerciais específicas para peixes marinhos, como flocos, grânulos e alimentos em forma de pastilha, são ideais. Esses alimentos são formulados para atender às necessidades nutricionais dos peixes, incluindo vitaminas, minerais e proteínas de alta qualidade. São convenientes e contribuem para a saúde dos peixes de forma eficaz.

Além das rações comerciais, também é possível oferecer alimentos desidratados, como pedaços de algas marinhas e vegetais cortados, que proporcionam uma alimentação mais natural e saudável. Esses alimentos são ricos em fibras e nutrientes essenciais, contribuindo para uma dieta equilibrada.

É recomendável alimentar o Peixe Anjo várias vezes ao dia em pequenas porções, adaptadas ao tamanho do peixe e à sua capacidade de consumo. Isso ajuda a garantir que todos os alimentos sejam consumidos rapidamente, evitando a deterioração da qualidade da água do aquário.

A Poytara é uma marca reconhecida pela qualidade das rações para peixes, incluindo aquelas formuladas especificamente para peixes marinhos como o Peixe Anjo. Utilizar rações Poytara pode assegurar que seu peixe receba os nutrientes necessários para uma saúde ótima, complementando uma dieta equilibrada e favorecendo seu bem-estar em ambiente aquático doméstico.

ícone alimentação diáriaUso diário:

ícone alimentação complementarUso complementar:

ícone onde comprar

Reprodução

A reprodução do Peixe Anjo (Pygoplites diacanthus) em aquários é um processo complexo e desafiador. Geralmente, para encorajar a reprodução, é necessário criar um ambiente específico no aquário, com estruturas de coral e rochas que servirão como locais de desova e esconderijo para os filhotes. Os peixes atingem a maturidade sexual por volta de 2 a 3 anos de idade, dependendo das condições do aquário e da alimentação adequada.

Durante o período de acasalamento, os Peixes Anjo podem exibir comportamentos específicos, como nadar em pares e se comunicar por meio de movimentos corporais e vocalizações. Os pais cuidam dos ovos após a desova, protegendo-os contra predadores e mantendo a água ao redor dos ovos em movimento para manter a oxigenação adequada.

Uma dieta especializada é crucial durante o período de reprodução, proporcionando uma nutrição rica em proteínas e nutrientes essenciais para os pais e para o desenvolvimento adequado dos ovos e larvas. Reproduzir Peixes Anjo em aquários pode ser desafiador devido à complexidade dos cuidados parentais necessários e à exigência de condições específicas de água e ambiente.

Em suma, enquanto a reprodução do Peixe Anjo em aquários é possível, requer um cuidado meticuloso e a criação de um ambiente propício para aumentar as chances de sucesso. A observação atenta do comportamento dos peixes e a manutenção de um ambiente de aquário estável são fundamentais para facilitar esse processo.

POYTARA

Galeria

Melhores Amigos

Conheça outras espécies que podem compartilhar o mesmo habitat com o Peixe Anjo

Imagem de fundo Mar

Perguntas Frequentes

Como garantir a qualidade da água no aquário do Peixe Anjo?

Monitorar regularmente os níveis de pH, salinidade, amônia e nitritos é essencial. Realizar trocas parciais de água regularmente e utilizar filtros adequados ajudam a manter a qualidade da água.

O Peixe Anjo é compatível com outros peixes no aquário?

O Peixe Anjo pode ser territorialista, especialmente em relação a membros da mesma espécie e outros peixes anjo. Escolher cuidadosamente os companheiros de aquário e introduzi-los gradualmente pode minimizar conflitos.

Quais cuidados especiais são necessários para manter um Peixe Anjo saudável?

Além de uma dieta variada e monitoramento regular da qualidade da água, é importante oferecer um ambiente com estruturas de coral e rochas que sirvam de esconderijo. Observar sinais de estresse ou doenças e agir rapidamente para tratá-los também é fundamental.

Como identificar se um Peixe Anjo está saudável?

Um Peixe Anjo saudável apresenta cores vibrantes, nadadeiras intactas e comportamento ativo e curioso. Sinais de doença incluem mudanças na cor, apatia ou comportamento anormal de natação..

O Peixe Anjo pode viver sozinho ou precisa de companhia?

Os Peixes Anjo são geralmente solitários na natureza e podem se tornar agressivos com membros da mesma espécie ou peixes de aparência semelhante. É recomendável mantê-los sozinhos ou com companheiros cuidadosamente selecionados.

Colaborou com este conteúdo:

Imagem do Colaborador>

Leonardo Marzabal

Jornalista

Compartilhe este conteúdo com os amigos:

O que você achou dessa página?